A ABETARDA

de JOÃO MONGE

fotografia Luana Santos

ESPECTÁCULO DE CANTE E TEATRO DE RUA

SÁBADO, 05 SET, 21h30 | AVANTEATRO

https://www.festadoavante.pcp.pt/2020/a-abetarda

e integrado no DESCONCENTRA – Artes contemporâneas na rua

SÁBADO, 12 SET, 19h | MUNDET

DOMINGO, 27 SET, 19h | PARQUE DAS LAGOAS, FERNÃO FERRO

SÁBADO, 03 OUT, 21h | PARQUE NATURAL DA QUINTA DO SERRADO, AMORA

DOMINGO, 04 OUT, 21h | MOÍNHO DE MARÉ DE CORROIOS

http://www.cm-seixal.pt/desconcentra/2020/desconcentra

A Abetarda foi o projeto que resultou da parceria, em 2014, entre o Teatro da Terra e o Município de Castro Verde, promovida pelo então Presidente Francisco Duarte. 
Ao autor João Monge, encomendámos o texto que junta o Cante Alentejano ao teatro de rua, numa celebração deste símbolo de Castro Verde, com uma história orientada para uma procissão pagã, habilmente tecida na base da cultura popular alentejana, polvilhada por reminiscências do cristianismo, projectando a elevação da maior ave de vôo da Europa, a um estatuto mitológico/fantástico. Os quatro textos da autoria de João Monge que o Teatro da Terra materializou em teatro até hoje, destacam este consanguíneo poeta/letrista/escritor como o criador mais representado pela companhia.
Maria João Luís dirige para o Teatro da Terra, um elenco alargado onde os Tocá Rufar e seis grupos corais alentejanos sediados no Seixal, partilham as ruas e os traços característicos da cultura popular, sinal de um posicionamento artístico inovador na capacidade de integrar os agentes locais, sem que a identidade própria de cada grupo destoe da criação teatral  colectiva. O Teatro da Terra com a remontagem de A Abetarda afirma-se mais uma vez, como um projecto de teatro comunitário de características únicas, operando agora a partir do concelho do Seixal.

encenação MARIA JOÃO LUÍS_____ com MARIA JOÃO LUÍS, FILIPE GOMES, SÉRGIO GOMES TOCÁ RUFAR dirigidos por RUI JUNIOR, Grupo Coral As Papoilas do Fogueteiro, Grupo Coral Alentejano de ASSTAS, Grupo Coral Alentejano Lírio Roxo de Paio Pires, Grupo Coral Operário Alentejano do C. C. e D. das Paivas, Grupo de Cante Feminino da Associação de R. P. I. da Torre da Marinha_____ trompetista DIOGO CABRITA SANTOS

caracterização e figurinos PESSOA JUNIOR_____ máscara PAULA HESPANHA_____ fotografia LUANA SANTOS______ produção RITA COSTA______ assistência de produção FILIPE GOMES_____ direcção de produção e luz PEDRO DOMINGOS

co-produção____ TEATRO da TERRA e MUNICÍPIO DE CASTRO VERDE____ 2014_____ M/6_____ duração aprox. 60 min. 

Deixe o seu comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.