A IDA AO TEATRO

e outros textos de KARL VALENTIN

28 a 01 NOV 20 | TEATRO DO BAIRRO, LISBOA

QUA a SAB às 21h30 e DOM às 17h | Info e reservas – Bol.pt e Teatro do Bairro

11 DEZ 20 | TEATRO DAS BEIRAS, COVILHÃ

fotografia Luana Santos

Francis Picabia

Os textos de Karl Valentin são tão profundos quanto engraçados, tão críticos quanto divertidos. Nos vários “duelos” maravilhosamente grotescos, que a personagem trava com comerciantes, funcionários, polícias, e outros da rua, sentimos a delicadeza que a vida quotidiana pode conter, sem passado, mas intrinsecamente mestrada na arte de desconversar, na tomada à letra ou nos diálogos que interpreta como quer, e por isso, inocente da responsabilidade nas situações absurdas. As personagens nascem das classes trabalhadoras mais baixas, como o casal de A IDA AO TEATRO, ou o duo de electricistas n’O PROJECTOR AVARIADO, são pessoas simples que se encontram actualmente, como no início do século passado, e é por isso que as pessoas ainda riem com tanto entusiasmo dessas pessoas teimosas hoje, como o faziam há 100 anos atrás. O seu humor corrosivo alerta-nos para o mais insignificante pormenor nos intervalos temporais por onde deambula, coagindo-nos a desafiar a lógica vigente ao instalar a dúvida relativa na hierarquia da importância, desta nossa abordagem à vida do quotidiano, deixando-nos a tentar adivinhar desfechos para finais, que o não são.

tradução LUÍZA NETO JORGE e MARIA ADÉLIA SILVA MELO____ encenação MARIA JOÃO LUÍS____ com CAROLINA PICOITO PINTO, HELDER AGAPITO, MARIA JOÃO LUÍS, RITA ROCHA SILVA, FILIPE GOMES____ piano GIOVANNI BARBERI____ violoncelo JOSÉ BLANCO

fotografia de cena LUANA SANTOS_____ produção executiva RITA COSTA_____ assistência de produção FILIPE GOMES_____ direcção de produção e desenho de luz PEDRO DOMINGOS

produção____ TEATRO da TERRA____ 2020____ M/12____ duração aprox. 90 min.